PUBLICIDADE
Topo

Combate Rock

Rápido panorama do metal nacional - 53

Combate Rock

07/07/2020 06h30

Marcelo Moreira

– Drowned – Veterana banda pesada mineira que volta ao disco ao vivo após alguns anos. O som em "Damned Alive" mostra-se bem encorpado e traz a violência costumeira do metal robusto e recheado de referências modernas. É a cara da banda atual, com um som gordo e gigante. As faixas foram registradas com mudanças na formação, o que em nada altera a porrada que atinge os ouvidos. É thrash, é death e esbarra no nu metal. A produção foi muito feliz em captar a energia e a violência da banda.

– Putra – Sangue nos olhos é uma boa definição para o álbum "Better Days Will Never Come", uma boa surpresa neste ano de 2020. É uma mistura bem calibrada de metal e hardcore cheia de agressividade e raiva, com uma serra elétrica em forma de guitarra ensurdecendo todo o ambiente. Uma grande porrada que vai agradar a vários mundos dentro do metal. Os destaques ficam por conta "Ruthless" e a única em português, "Cara ou Coroa".

Adellaide – New Horizons

– Adellaide – Banda com boa estrada no Brasil e que mostra grande evolução em "New Horizons". Transitando entre o hard e o AOR, acertou na produção simples,mas eficiente, e na busca por arrajos interessantes, embora sem rebuscamento. "Times Hotel" e "Together Again" são canções de muito bom gosto, realçando as influências de bandas como Journey, Kansas e até Survivor.

– Hellhoundz – Sentimos cheiro de Sabaton, Amon Amarth e de muitas outras bandas que assumem os temas de guerras e batalhas épicas como o mote para sons devastadores. Os cearenses decidiram enfocar em "The Battle of the Somme" o conjunto de batalhas mais mortíferas da I Guerra Mundial, entre 1914 e 1918. O Somme é uma região do entorno do rio de mesmo nome no noroeste da França, quase na fronteira com a Bélgica, palco de confrontos sanguinários entre as tropas alemãs, de um lado, e francesas, inglesas e belgas de outro, em três encontros ao longo de todo o período e que ajudou a definir o resultado da contenda. A faixa-título lembra s longas faixas épicas do Iron Maiden, enquanto "Burning Witches" e "The Gunslinger" trazem um peso absurdo e ótimos arranjos de guitarra.

– M-19 – Banda gaúcha histórica que não economiza na fúria. "Sic Semper Tyrannis", o novo trabalho, aposta em guitarras lancinantes e muito peso para resgatar os primórdios do thrash clássico (existe isso?). É um som coeso e direto, sem firulas e com timbres de guitarras que estremecem qualquer ambiente. Ouça "My Shadow" e "Passive Agressive Violence", as mais violentas.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock