PUBLICIDADE
Topo

Orgulho de ser burro: bandas engajadas ridicularizam fãs 'desinformados'

Combate Rock

14/06/2020 16h07

Marcelo Moreira

Não é engraçado, embora muita gente, especialmente no Brasil, esteja se divertindo com a história dos fãs burros que ficaram indignados ao "descobrirem" que as bandas Rage Against the Machine e System of a Down são "engajadas", "politizadas" e de "esquerda"… Bandas que têm ao menos 30 anos de carreira…

"Fenômeno" semelhante ocorreu semanas atrás quando os perfis da banda Plebe Rude nas redes sociais foram inundados por "queixas" e "protestos" por conta do "posicionamento" político de seus integrantes, que acabou sendo explicitado em um post no Facebook reforçando o seu caráter engajado e humanista, o que gerou maus mugidos e relinchos de um monte de imbecis.

A música "Até Quando Esperar" tem 35 anos e os idiotas nunca se deram ao trabalho de prestar a atenção na letra – ou são muito burros para conseguirem entender.

Seria apenas uma anedota de ignorância se isso não estivesse se alastrando de forma perigosa pelo Brasil -e, ao que parece, também em muitos lugares dos Estados Unidos. Como foi que mergulhamos nesse retrocesso? Como pudemos não perceber esse tipo de coisa?

Não que fôssemos muito mais inteligentes e intelectualizados no anos 80 e 90, em nossa juventude, mas ao menos esse tipo de vergonha não passávamos. Éramos sectários, autoindulgentes e, muitas vezes, preconceituosos, mas jamais nossa ignorância desceu a níveis abaixo de zero, como hoje.

Quando mais informação essa gente tem acesso, quanto mais fácil é o acesso à internet, mais burra essa galera faz questão de ser. É digna de ostentação esse orgulho da própria ignorância.

Surpreendentemente, os fãs ignorantes que "criticaram" as duas bandas norte-americanas receberam muito apoio brasileiro nas redes sociais e nos comentários do veículos de imprensa nacionais e estrangeiros – a burrice não é limitada por fronteiras, assim como o novo coronavírus.

Esses roqueiros brasileiros passaram ainda mais vergonha ao pregarem um boicote a todas as bandas "comunistas", um balaio que junta Plebe Rude, Rage Against the Machine, Bruce Springsteen, Roger Waters, Paul McCartney, Beatles (sim, "Revolution" é uma música comunista!!!!!)…

O meu companheiro de Combate Rock Mauricio Gaia costuma dizer que um dos grandes problemas da atualidade é a (falta de) interpretação de texto. Vou além: é o orgulho de ser ignorante e achar que o conhecimento e a inteligência incomodam, que são os verdadeiros problemas.

O conhecimento incomoda porque expõe a burrice e revela a indigência intelectual e a insignificância dos ignorantes, especialmente daqueles que insistem em confrontar a realidade e brigar com os fatos.

Lá nos nos 80 e 90 sabíamos que éramos preconceituosos, sectários e exclusivistas, características que aparentemente desapareceram nas décadas seguintes. Entretanto, a ignorância jamais atingiu níveis aterrorizantes. Sabíamos exatamente quem era quem e quais eras as das bandas boas, ruins, punks, metaleiras, cabeludas e por aí vai.

Rage Against the Machine (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Parte do povo que curte rock hoje ignora o mais básico, a mais rasteira das informações. Não se orgulha de ser burro como faz questão de dizer isso nas redes sociais e em público. Não é à toa que o rock perdeu protagonismo entre os jovens e sumiu do rádio e das demais mídias importantes.

Antigamente havia um sentimento estúpido e ridículo de que o roqueiro era diferenciado porque supostamente era mais bem informado e mais culto. A estupidez permanece, infelizmente, só que realça o que muita gente já percebe há muito tempo: parte expressiva dos roqueiros é, hoje, diferenciada por demonstrar enorme ignorância e analfabetismo em todos os sentidos.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock