PUBLICIDADE
Topo

Notas roqueiras: Guto Goffi, Segregatorum, Hipercubo, As The Palaces Burn

Combate Rock

03/02/2020 12h00

Guto Goffi (FOTO: REPRODUÇÃO/YOUTUBE)

– O projeto C.A.O.S. é o terceiro trabalho solo do baterista, cantor e compositor carioca, Guto Goffi, fundador do Barão Vermelho. C.A.O.S. começou a ser pensado a partir de material fotográfico feito pelo artista há aproximadamente 15 anos. Com ilustrações coloridas, e que distorcem o cotidiano e o real em outros pensamentos. Daí vieram as músicas e letras do novo álbum. Alguns parceiros estão presentes no álbum como os três Barões Vermelhos, Maurício Barros, Fernando Magalhães e Rodrigo Suricato, nas músicas "Cérebros e Cabeças", "A Travessia" e "Na hora de rezar". C.A.O.S. também participa de um projeto de financiamento coletivo na plataforma Kickante, e pede a colaboração dos fãs para fabricar o CD físico, editar um livro de poemas e um box, com os três CDs do artista.

– A banda gaúcha Segregatorum está anunciando a saída do guitarrista Igor Alves Bidigaray, dando lugar a Christian Gedoz, que ao lado de Lucas A. Lazzarotto (vocal), Luiz Felipe Dias Flores (guitarra), Lucas Carbonera (baixo) e Carlos Acosta (bateria) dará seguimento ao cronograma de lançamento de seu primeiro álbum, intitulado "Lemarchand's Dominus", com lançamento marcado para março em parceria com Totem Records, Kaotic Records, Cranius Beer House e Terror Music.

– A banda de hard rock gaúcha Hipercubo inicia o ano lançando um vídeo ao vivo oficial para a música "Ela", gravada ao vivo na tradicional Festa das Rosas, em sua cidade natal. A faixa, que é inédita, fará parte de seu novo EP, o primeiro lançamento oficial desde 2015, quando foi lançado o debut "Trem da Loucura". O trabalho contará com três faixas e uma versão remix assinada pelo guitarrista da banda Comunidade Nin-Jitsu, Fredi "Chernobyl". 

– O ex-guitarrista do Genocídio Rafael Orsi está divulgando três singles que antecedem o lançamento do primeiro álbum completo de seu projeto The Anger, recheado de convidados especiais. Fundado em 2012, o projeto nasceu pouco depois de gravar o disco de estreia da banda Darkness in Flames, que teve seu material não finalizado pelo produtor, desanimando todos os integrantes. O processo de mixagem durou quase dois anos, levando a banda a desistir e a se dissolver. O guitarrista decidiu continuar compondo, e tentou fazer isso ainda com seus ex-colegas de banda, mas sem sucesso. Para não perder as novas ideias, foi gravando demos em casa. Em 2012 começou a divulgar essas demos na internet e graças à boa aceitação por parte do público, soltou mais de 15 composições, entre músicas próprias e covers, até que em 2014 Rafael precisou se dedicar às composições e shows da banda Genocídio, que integrou de 2012 até 2019. Ouça os singles "Don't Fear the Snake", "Inner Demon" e "Hate Me or Love Me" nas plataformas digitais: https://linktr.ee/theanger

– A banda catarinense de metal As The Palaces Burn lançou em agosto de 2019, pela gravadora True Metal Records, o seu disco de estreia intitulado "End'evour". Composto de 12 faixas, dentre elas  uma versão de "Abigail" (King Diamond), o disco é um imponente cartão de visitas para a apresentação que fará em 15 de fevereiro ao lado do Korzus e Armored Dawn, no Otacílio Rock Festival 2020. Gravado no estúdio IMGN e produzido pela banda, "End'evour" conta com mixagem e masterização de Júnior Bussolo do Orland Studios, concepção de arte visual por Jean Michel (Designations Artwork) e fotos por Bruna Búrigo. O disco ainda traz a participação especial do renomado tecladista Fábio Laguna (Hangar) na faixa tributo á King Diamond em "Abigail." "End'evour", que já está disponível em todas as mídias digitais e em formato físico, podendo ser conferido também através do Youtube por meio dos vídeos dos singles "The Devil's Hand", "I Tried" e "Arcanum", esse último produzido pela Foogy Filmes, empresa que já trabalhou com James LaBrie, Helloween, Noturnall, Angra e outros.

 

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock