PUBLICIDADE
Topo

All You Need - em busca dos quatro fabulosos em Liverpool - parte 2

Combate Rock

21/01/2020 17h00

Airton Gontow – do site Coroa Metade e publicado originalmente no site Terceiro Tempo

A chegada ao The Shankly Hotel (diárias a partir de £82 – www.shankyhotel.com), a sete minutos para quem vai a pé da estação de trem, é o pontapé inicial do passeio pelo mundo do futebol inglês, que no Brasil não por acaso apelidamos de "Esporte Bretão".

É impressionante ver o hotel erguido em homenagem a um herói que nunca jogou pelo Liverpool nem pelo Everton, as duas principais equipes da cidade. O local é uma ode ao ex-treinador escocês Bill Shankly, que comandou o Liverpool por incríveis 15 temporadas, entre as décadas de 50 e 70.

Tudo o hotel é dedicado a ele. Ou melhor, quase tudo, já que os quartos surpreendentemente dão um descanso ao olhar e não têm nada que se refira ao treinador e ao futebol.  Em praticamente todas as salas há referências às conquistas e trajetória de Shankly. No teto, uma linha do tempo conta sua história.

Nos corredores, taças, faixas, painéis fotográficos e bolas antigas revelam momentos marcantes da carreira do lendário treinador escocês, mas também em seu período anterior, como jogador, como as medalhas que recebeu. No hall de entrada e em diversas outras áreas, há frases impactantes ditas por Shankly, como Liverpool was made for me and I was made for Liverpool  ("O Liverpool foi feito para mim e eu fui feito para o Liverpool")  e Although I´am a Scot, I"d be proud to be called a Scouser ("Apesar de eu ser escocês eu ficaria orgulhoso de ser chamado de liverpoolzense").

Também no The Bastion – Bar e Restaurante do hotel, há objetos por toda a parte, que dividem a atenção de hóspedes e torcedores que assistem aos jogos enquanto comem os pratos, sanduíches e petiscos e bebem coquetéis ou cervejas inglesas. O nome do local é uma referência a outra famosa frase de Shankly: My idea was to build Liverpool into a bastion of invincibility ("Minha ideia era construir o Liverpool em um bastião de invencibilidade").

No The Bastion chama a atenção o banheiro masculino onde três baldes de diferentes tamanhos foram transformados em mictórios. Ao lado do primeiro balde, pequeno, está escrito: "para o começo da noite". Junto ao segundo, de tamanho médio, há a plaqueta "para o meio da noite". E no terceiro, bem grande, para ser utilizado após muitos comes e bebes, especialmente bebes, está assinalado "para o final da noite".

Capa do primeiro single dos Beatles

Chegar ao Anfield Stadium emociona quem é apaixonado por futebol.  O antigo estádio inaugurado em 1884 foi reformado e ampliado para 54.074 lugares em 2016, mas ainda tem aquela atmosfera de lugar histórico onde ocorreram batalhas, derrotas e conquistas épicas, ao contrário do que aconteceu com muitos estádios brasileiros que perderam a identidade. Na chegada, há uma estátua de Bill Shankly, o que reafirma sua posição de um dos grandes ídolos da história do clube.

Mais que a escultura, chama a atenção a frase com o lema da torcida estampado junto o portão de entrada estádio: You"ll Never Walk Alone ("Você Nunca Caminhará Sozinho"), quase um segundo hino, cantado pela torcida na entrada em campo, durante os jogos e muitas vezes após as partidas, seja nas vitórias, seja nas derrotas.

Por aproximadamente duas horas, ao preço de £20 (www.liverpoolfc.com), o turista tem a oportunidade de conhecer todo o estádio, em um passeio bem programado, que reúne história e emoção, impactante até mesmo para quem não é torcedor do time. O grupo é relativamente pequeno, cerca de 30 pessoas, de "todos" os cantos do planeta.  Impossível não pensar em brincar com o nome da guia que recebe o grupo: "Chelsey". Rápida e experiente, ela se antecipa: "vejam, sou a Chelsey e não a Chelsea. É bom não confundir…"

 

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock