Topo
Combate Rock

Combate Rock

The Who divulga nova música, que é bem superior à anterior

Combate Rock

07/10/2019 15h00

Marcelo Moreira

"All This Music Must Fade" é o segundo single do novo álbum da banda The Who, o segundo de inéditas desde 1982. Vem na onda de uma bem-sucedida turnê pelos Estados Unidos e após uma primeira música apenas razóavel, "Big Cigars".

Se a primeira canção divulgada foi decepcionante, a segunda mostra mais qualidades. Ainda é calcada na fase itentista da banda, mais pop e menos visceral, só que o riff básico e genial compensa os equívocos recentes.

Tem um jeitão de jeitão de crônica, algo que o guitarrista Pete townshend sabe fazer como ninguém. Aos 74 anos, com um texto cada vez mais refinado e irônico, o compositor mostra que a passagem do tempo o afetou de forma considerável, mas não de forma amarga.

É absolutamente ridículo dizer que Townshend perdeu a mão na composição musical, potr mais que suas músicas novas estejam bem longe da genialidade dos anos 70.

Seu trabalho recente mais consistente foi a ópera-rock "Psychederelict", em 1993. Só apareceu com músicas inéditas em 2004, na coletânea do Who "Then em Now", de 2004. Dois anos depois veio com a ´pera-rock "Endless Wire", também do Who, em trabalho elogiado, mas longe de ser memorável.

O fato é que sempre relutamos em aceitar que nossos grandes ídolos estão em fase final de suas carreiras e que suas visões de mundo e de carreira mudaram. É natual que soem nastálgicos, repetitivos e até mesmo simplórios e,m alguns casos.

As músicas apresentadas até agora em singles e mais "Hero Ground Zero", que vem sendo tocada ao vivo, demonstram uma irregularidade compreensível para uma banda e um compositor que não têm feito lançamentos com regularidade.

O mais recente trabalho soolo de Roger Daltrey, de 2018, "As I Long I Have You", o primeiro em 26 anos, já apontava para o caminho, com canções autorais e versões de clássicos antigos onde a nostalgia e a reverência ao  passado deram a tônica. É um CD bonito, interessante e gostoso de ouvir – inclusive com muita colaboração de Townshend -, mas esteve muito distante de algo inovador ou ousado.

Daltrey e Townshend foram corajosos ao manter o Who em atividade neste século XXI, mas arriscam muito ao mudar de ideia e manter a banda na ativa, após a anunciada turnê de despedida, que passou pelo Brasil.

O novo álbum, que provavelmente se chamará "Who", certamente vai definir o futuro da dupla. É certo que a aposentadoria se aproxima, mas o desagradável é que essa fase parece qwue será esticada ao máximo enquanto houver gente disposta a lotar estádios para ver o bom show que eles entregam atualmente.

Resta saber até quando, já que em Houston, no Texas, em setembro passado, a voz de Daltrey sumiu no meio de um show, obrigando a banda a interromper a apresentação e a cancelar as duas seguintes.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br