Topo
Combate Rock

Combate Rock

Iron Maiden lança cerveja produzida no Brasil

Combate Rock

02/10/2019 21h00

O Iron Maiden está em disputa acirrada na Inglaterra e em outros mercados europeus na busca pelo consumidor roqueiro de cerveja com o AC/DC. Entre os artistas que possuem marca própria da bebida, são as duas grandes bandas do mundo que vendem o produto com seus nomes, segundo publicações especializadas.

No Brasil, considerado rece, o sextntemente o país que maos ouve Iron Maiden no mundo, o sexteto britânico leva vantagem na preferência dos roqueiros em relação aos australianos – produtos que ainda são importados.

A liderança tende a aumentat ainda mais com a parceria que o Iron pretende manter com uma cerveha ria brasileira e lançar um produto com a sua marca fabricado no Brasil.

A formalização do negócio já ocorreu e será massificado quando a banda estiver no Brasil nos próximos dias, com shows marcados no Rock in Rio e nas cidades de São Paulo e Porto Alegre, segundo o site Guia da Cerveja

 

Parceiro de alguns anos da Robinsons na Grã-Bretanha, onde a bebida é fabricada, no Brasil a cervejaria escolhida é a Bodebrown, que fará a cerveja Tropper Brasil IPA.

O rótulo é o primeiro resultado da parceira firmada entre a referência do heavy metal e, por que não, uma das referências do mercado brasileiro de cerveja, a Bodebrown, marca artesanal multipremiada de Curitiba que está completando dez anos em 2019, segundo o Guia da Cerveja.

O produto foi lançado em meados de setembro, durante a realização da edição do Rio do Mondial de la Bière. A novidade agora está disponível em diversas ações envolvendo a turnê do Iron Maiden pelo país, em atividades que começaram a se sedimentar quando a cervejaria paranaense teve boas experiências na Grã-Bretanha.

Leia a seguir mais detalhes da parceria entre Iron Maiden e Bodebrown, em texto publicado pelo Guia da Cerveja:

Entre 2014 e 2018, a Bodebrown esteve quatro vezes por lá para participar de festivais, inclusive tendo angariado duas medalhas de ouro. Como destaca Samuel Cavalcanti ao Guia, um dos irmãos proprietários da marca, é impossível saber como e quando, mas parece ser fato que chegou a Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden e também com formação como mestre-cervejeiro, o burburinho provocado no meio das artesanais pela presença da marca curitibana em solo britânico.

Tanto que ainda no ano passado a Bodebrown foi procurada pelos seus representantes na Inglaterra para uma volta ao país. Dessa vez não para um festival, mas para a discussão de uma nova oportunidade de negócio: a criação de uma cerveja do Iron Maiden a ser lançada no Brasil.

"Em 2018, recebemos um e-mail do grupo que cuida das nossas operações na Inglaterra perguntando se poderíamos ir para Londres por causa de uma proposta. Lá, fomos informados que o projeto, em resumo, era sobre a produção de uma cerveja do Iron Maiden para o Brasil. Fiquei até assustado pela composição do projeto, mas claro que disse que estávamos abertos", explica Samuel, um dos mais icônicos cervejeiros do país.

A partir daí, Bodebrown e Dickinson passaram por encontros para refinamento de preferências até chegar na receita que se transformou na Trooper Brasil IPA. "No nosso primeiro encontro, levamos 24 cervejas para o Bruce e apresentamos a ele para ver qual o encantava, quais eram os referenciais para a construção da receita", diz Samuel.

Foi então que a Cacau IPA, um dos rótulos que levou a Bodebrown ao estrelato, entrou em ação. "A gente tinha um pouco mais de entendimento sobre o cacau, até por estarmos fazendo a Cacau IPA em parceria com a Stone Brewing nos Estados Unidos desde 2013. Como ele gostou da Cacau e da questão da sua brasilidade, procuramos trabalhar. E aí começaram a surgir os primeiros protótipos da cerveja. Em junho, na época do primeiro show deles nessa turnê em Miami, afunilamos para dois produtos, e aí definimos pelo que está nas latas", detalha.

Samuel ainda explica como foi a participação de cada um para a definição da receita da Trooper Brasil IPA. "Foi uma construção a partir da visão dele, do que ele imagina, com uma construção da nossa parte criativa e executória, oferecendo os elementos para que trabalhássemos com algo real e possível de executar, com a leitura sensorial dele", revela.

A Trooper IPA e suas festas

A cerveja possui nibs de cacau, provenientes de Ilhéus, na Bahia, que se misturam ao blend de lúpulos adicionados no dry hopping (Sorachi Ace, Amarillo e Sabro). A combinação dá um baixo amargor à cerveja, que apresenta ainda suave sabor de malte, 5% de teor alcoólico e notas sutis de cacau, chocolate branco e manga.

Lançada no Mondial Rio, a Trooper Brasil IPA também estará disponível em alguns dos bares do Morumbi e da Arena do Grêmio, palcos de shows do Iron Maiden nesta turnê pelo Brasil, sendo que a banda ainda negociava – durante a elaboração da reportagem -, com a organização do Rock in Rio, para disponibilizá ao público.

E não ficará nisso, tanto que no próximo sábado, em Curitiba, será realizado o Trooper Day, evento para lançar a cerveja do Iron Maiden. A festa ocorrerá na fábrica da Bodebrown e na rua localizada em frente da sua sede. E contará com diversas apresentações musicais, com destaque para shows de covers do Iron Maiden.

Também com eventos semelhantes, bares nas cidades onde a banda vai tocar realizarão um "esquenta" para o show, com a disponibilização do rótulo para venda e consumo pelos fãs.

E há outros planos prontos para serem colocados em prática, com o mais adiantado sendo o Trooper Train. Será uma adaptação do passeio de trem de Curitiba a Morretes, o Beer Train, realizado pela Bodebrown, sendo que esta edição especial ocorrerá na segunda quinzena de outubro.

Novos cenários

O gigantismo do Iron Maiden e a importância da parceria abre novos cenários para a Bodebrown, tanto que a marca tem sido procurada por outras bandas, em consultas sobre a possibilidade de também de produzir cervejas que levem seus nomes.

Também carregam a possibilidade de levar a Trooper Brasil IPA para outros territórios, seja pela localização privilegiada da cervejaria, pela proximidade de países que possuem fãs que idolatram o Iron Maiden e também pelo acordo firmado com a banda. E tudo isso se dá no ano em que a Bodebrown completa dez anos, com o lançamento do rótulo sendo um dos marcos dos seus festejos.

"É algo muito impactante para nós estarmos envolvido com o Iron Maiden, que tem mais de 40 anos de história e produz suas cervejas na Robinsons há mais de cinco anos, tendo vários estilos de cerveja. É um marco na nossa história e na história da cerveja brasileira por ser uma aproximação de uma empresa de música reconhecida", comenta Samuel. "Nosso contrato é para a América do Sul, com a possibilidade de venda na América do Norte e na Ásia", acrescenta.

Assim como para a Bodebrown, o rótulo é, também, um novo cenário a ser explorado pelo Iron Maiden. Afinal, antes só tendo acordo com a Robinsons na Grã-Bretanha, fechou uma parceria fora do seu país, no Brasil. E, também, possui projetos semelhantes prontos a saírem do papel em outros países, misturando sua lógica empresarial com a busca pelas cervejas artesanais.

"Acredito que o projeto não para por aí. Eles têm projetos nos EUA, no Japão e na Suécia. Então, estão juntando fábricas pelo mundo para trazer uma tipicidade para ser apresentado entre os mundos a visão de cada produtor", comenta o fundador e CEO da Bodebrown.

Assim, no Brasil, Bodebrown e Iron Maiden conseguiram juntar mundos como o da cerveja e o do heavy metal, unidos pelo trabalho de artesão que aproxima músicos e produtores da bebida. "É muito bom conectar os fãs do Iron Maiden e os fãs de cerveja artesanal com algo que eles têm em comum", conclui Samuel.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br