Topo
Combate Rock

Combate Rock

Notas roqueiras: Psychotic Eyes, Celtic Woman, Fleetwood Mac...

Combate Rock

02/08/2019 12h00

Psychotic Eyes (FOTO: DIVULGAÇÃO)

– O lançamento de "Olhos Vermelhos", em dezembro de 2018, foi o primeiro registro acústico de death metal da história e germinou a ideia de reunir a formação original da banda Psychotic Eyes. Dimitri Brandi (vocal/guitarra), Reinaldo Rodriguez (guitarra), Aldo Assada (baixo) e Alexandre Tamarossi (bateria) estão tocando juntos novamente. Essa mesma formação que deu origem ao Psychotic Eyes em 199Definir imagem destacada9, promete lançar um EP com três faixas: "Uma nova, uma velha e um cover do Arch Enemy, banda que surgiu na mesma época que nós e era uma das referências sonoras naquele tempo", revelou Dimitri Brandi que ainda comentou sobre os bastidores dessa reunião: "A conversa foi tranquila, nem tocamos nos problemas que levaram à separação da banda. Página virada totalmente." A banda já está gravando um novo EP.

– De uns tempos pra cá as bandas tributo se tornaram verdadeira febre. Mais do que render homenagens aos originais, estes grupos "série B" reproduzem com fidelidade a música, trejeitos, indumentárias e atitudes resultando em bons espetáculos. São "autênticos clones" se é que isso existe. Brincadeiras à parte no próximo dia 15 de agosto o Espaço das Américas recebe para uma única apresentação o Rumours Of Fleetwood Mac. Fica claro que prestam tributo ao gigante Fleetwood Mac, grupo fundado em 1967 e considerado um dos maiores nomes do rock anglo-americano. Liderado pelo baterista Mick Fleetwood a banda teve em suas fileiras músicos de peso do rock mundial, entre eles, Peter Green, Steve Nicks, Bob Weston e Lindsey Buckingham. Integrando o Rock and Roll Hall of Fame desde 1998  gravaram discos emblemáticos como "Mr. Wonderful" (1968), "Then Play On" (1969), "Kiln House" (1970), "Bare Trees" (1972), "Penguin" (1973), "Mystery to Me" (1973), "Heroes Are Hard to Find" (1974), "Mirage" (1982) e "Tango in The Night" (1987). Contudo o trabalho mais significativo do Fleetwood Mac foi "Rumours", lançado em 1977. O álbum que teve produção de Ken Caillat e Richard Dashut, vendeu 40 milhões de cópias, liderou as paradas em vários países, além de ter recebido 19 discos de platina RIAA, a Associação Americana da Indústria de Gravação. E como se não bastasse ainda faturou o Grammy de Álbum do Ano. Realmente imprescindível na prateleira de qualquer roqueiro. E exantamente esse disco será apresentado na integra pela Rumours of Fleetwood Mac. No repertório não vão faltar as clássicas "Go Your Own Way", "Don't Stop", "Dreams" e "You Make Loving Fun", "Everywhere", "Albatross", "Gypsy", "Say You Love Me", "Sara", "Little Lies" e "Black Magic Woman". Mais do que um tributo a Rumours of Fleetwood Mac fará a noite ser inesquecível nesta viagem no tempo. Imperdível.

SERVIÇO
Rumours of Fleetwood Mac
Dia 15 de agosto – 21h30
Local: Espaço das Américas
Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo
Classificação 14 anos
Ingressos: De R$ 60,00 a R$ 280,00
www.espacodasamericas.com.br
– A emoção toma conta do Credicard Hall em agosto com o talentoso grupo vocal Celtic Woman que se apresenta no sábado, 24, e no domingo, 25, prometendo duas noites inesquecíveis. Formado na Irlanda em 2004 o Celtic Woman é integrado apenas por mulheres objetivando mostrar ao mundo a riqueza da musica da terra natal. A sonoridade das moças é uma mescla de clássicos irlandeses, canções contemporâneas, hits mundiais repaginados, além de músicas autorais. Integram a atual formação as cantoras Mairead Carlin, Eabha McMahon e a novata Megan Walsh. Completa o quarteto a extraordinária violinista Tara McNeill. O grupo traz para a casa da zona sul paulistana o espetáculo "Ancient Land" no qual divulgam o álbum homônimo lançado em 2018. Antes de São Paulo as meninas se apresentaram para cariocas e curitibanos que conferiram um grande show com a presença de orquestra, uma banda completa com instrumentos tradicionais irlandeses, além de um coral e dançarinos. O disco "Ancient Land" é o primeiro de canções autorais desde "Destiny", lançado em 2016 e indicado ao Grammy. Este mais recente trabalho do Celtic Woman foi gravado no renomado Real World Studios, em Londres, de propriedade da lenda Peter Gabriel, ex-Genesis. As canções de "Ancient Land" versam sobre a terra, amor, dança, celebrando a tradicional música irlandesa replicando no palco um pouco do que é aquele país do Reino Unido. As vozes angelicais de Carlin, McMahon e Walsh primam pela doçura acompanhadas por músicos de raro talento e um desfile de instrumentos tradicionais celtas como bodhran, apito irlandês, bouzouki e gaita de foles uilleann. No repertório estão, entre outras, "Going Home", "Faith's Song", "Long Journey Home", "Garden Of Eden", "Homeland", "Moorlough Shore", "Follow Me", "Love & Honour", "County Down" e "Be Still". Dica mais que recomendável.
SERVIÇO
Celtic Woman 
Dias 24 e 25 de agosto
Show: Ancient Land 
Onde: Credicard Hall
Av. Das Nações Unidas, 17955
Livre
www.credicardhall.com.br
 Inf: 4003-5588 

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br