Topo
Combate Rock

Combate Rock

Fim de orquestras e fechamentos de teatros e museus: é isso que queremos?

Combate Rock

2011-04-20T19:07:00

11/04/2019 07h00

Marcelo Moreira

Como temíamos, o recuo do governo estadual de São Paulo em relação aos cortes no Projeto Guri apenas foram uma cortina de fumaça na questão da redução do orçamento da área de cultura – 23%, ou algo em torno de R$ 148 milhões.

Se o governador João Doria (SP), diante da péssima repercussão, decidiu pela manutenção da atual estrutura do Projeto Guri, o mesmo não pode ser dito em relação à lista de impacto do corte na área da cultura, publicada no site do jornal "O Estado de S. Paulo" nesta quinta-feira, 4 de abril.

De acordo com o texto, os cortes vão inviabilizar a continuidade de orquestras sinfônicas e provocará o fechamento do Tehatro São Pedro, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, um dos patrimônios culturais do Brasil.

Museus terão seus horários reduzidos de exposição, assim como mostras e shows serão cancelados. Profissionais da área, como professores ou monitores, para não dizer curadores, serão demitidos e o atendimento à população nos programas culturais deverá ser reduzido ou extinto.

Desde o ano passado já vínhamos alertando sobre a cruzada conservadora contra a cultura, as artes e a educação. É gente obtusa e desprovida de bom senso, quando não de inteligência, que sente medo do contraditório e é incapaz de fazer uma gestão decente à frente de uma Secretaria de Cultura.

Em seu pouquíssimo tempo à frente da Prefeitura de São Paulo, João Doria demonstrou desprezo pela Cultura, a ponto de ordenar o confinamento da Virada Cultural em locais fechados para "não atrapalhar a população". O resultado foi um fracasso retumbante.

Os apoiadores de Doria e dessa onda abjeta conservadora acham que cultura é supérflua, além de ser uma fonte  constante de  oposição, protestos e contestação.

É gente despreparada para a democracia e incapaz de viver em uma sociedade pluralista e diversificada. É gente medrosa e com tamanha indigência intelectual que vomita coisas como "nazismo é uma ideologia de esquerda" e "não houve golpe militar em 1964", entre outras sandices.

Essa gente vai destruir a cultura no Brasil, com o apoio de parcela expressiva da população brasileira – dos inomináveis que votaram nos inomináveis governos conservadores esdrúxulos que estão promovendo esse desmonte das políticas públicas cultua e apoio às artes.

 

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br