Topo
Combate Rock

Combate Rock

Blues Brasil: Blues Etílicos ressurgem e Marcio Maresia brilha ao vivo

Combate Rock

15/03/2019 07h00

Marcelo Moreira

O profissionalismo é imenso, mas sempre temos a impressão de os integrantes do Blues Etílicos estão sempre se divertindo no palco e no estúdios. O último álbum, "Puro Malte", com odes à cerveja, exacerbaram essa característica.

"Foram tantos bons momentos em mais de 30 anos de carreira que não tem como fazer de cada show uma celebração", disse certa vez o gaitista Flávio Guimarães ao Combate Rock ao final de um grande show em São Bernardo, na Grande São Paulo.

Depois de um sumiço dos estúdios após "Puro Malte", que é de 2013 – em 2015 veio o CD ao vivo "30 Anos" -, os Blues Etílicos ressurgem com um EP em que o blues rock e as guitarras predominam.

"3000" tem cinco músicas e mostram uma banda afiada e descontraída. O peso predomina em "I Saw What I Mean" e "Back Door Man", com bons duelos de guitarra entre Otávio Rocha e Greg Wilson.

"3000" é mais uma carioquice da banda, ou seja, aquele tempero safado, sarcástico e irônico com letra em português tirando sarro e brincando com  as presepadas da vida, em uma divertida interpretação de Guimarães nos vocais. "Bulldog" é instrumental com cara de jam e uma gaita furiosa quem conduz a canção rápida e intensa.

Para encerrar, "Auto Suficiência" tem o clima de rock nacional oitentista, onde a gaita de Flávio Guimarães esgrime golpes certeiros com a guitarra de Rocha, tudo temperado por uma malemolência que lembra os bons momentos da carreira de Léo Jaime e uma pontinha de sacanagem de Tim Maia.

O EP estará em breve nas lojas virtuais e nos streamings da vida, e mais uma vez pode ser considerado uma celebração da qualidade de uma banda que resiste e que preza antes de tudo a diversão nos palcos e no estúdio.

O veterano cantor e gaitista Marcio Maresia, de Jundiaí (SP), é outro artista que não abre mão da diversão no palco. O CD/DVD "Viva Little Walter – Live at Sensorial Lab" injeta descontração e um clima de alto astral ao repertório de um músico extraordinário, Little Walter, um dos símbolos do blues clássico.

A ideia era fazer algo um pouco mais "intimista", mas com "energia", no estúdio Sensorial Lab, em Jundiaí. O público concordou, mas quis transformar o estúdio em um pub. Ficou bem legal.

Reverente e detalhista, Maresia recriou obras-primas do músico norte-americano e mostrou qualidades nos solos de gaita e nos duelos com o guitarrista Netto Rockfeller, um dos guitarristas mais conceituados do blues brasileiro.

"O Little Walter (L.W.) é uma grande referência para todos os gaitistas. Para mim foi um dos primeiros heróis da gaita. Suas músicas são diferentes e dinâmicas por isso quis fazer essa homenagem", declarou Maresia em entrevista ao site Acontece Jundiaí.

São 25 anos de carreira que não devem ser resumidos à homenagem a Little Walter, mas é esse CD ao vivo que, de certa forma, coroa uma trajetória respeitável.

"One More Chance With You" abre o trabalho e é um bom aperitivo para a sequência de pedradas, como "Nobody But You", "It's Too Late, Brother" e "Blue and Lonesome", esta regravada pelos Rolling Stones em 2016 no álbum de mesmo nome. Ouça também as boas interpretações de "Just Your Fool" e "Up the Line".

Marcio Marecia é um instrumentista talentoso que consegue dissecar clássicos da gaita blueseira e transformá-los. Assim com o feras como Ivan Marcio, Sergio Duarte, Joe Marhofer (The Headcutters) e Little Will, consegue imprimir a marca pessoal e estilo nas interpretações.

No caso de Little Walter, fica sempre aquela coisa "falta um pouco de sujeira e agressividade aqui e ali", dirão alguns mais rigorosos. Não se engane: a reverência ao trabalho do mestre da gaita é um dos pontos altos do trabalho mais recente do músico de Jundiaí.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br