Topo
Combate Rock

Combate Rock

Jorge Cabelereira retorna em homenagem a Geraldo Azevedo e Alceu Valença

Maurício Gaia

04/12/2018 12h00

Formação atual de Jorge Cabeleira (Foto: Divulgação)

Uma das bandas surgidas no auge manguebeat nos anos 1990, Jorge Cabelereira e o dia em que todos seremos inúteis retomou suas atividades em 2018 e está lançando o primeiro single de seu próximo álbum. O single traz a música "Talismã", releitura de canção composta por Geraldo Azevedo e Alceu Valença, em 1972 em seu primeiro disco da carreira, "Quadrafônico", no meio da efervescência psicodélica da época. Para a nova versão, Jorge Cabeleira convidou o também pernambucano Tagore, da banda de mesmo nome.

Segundo o vocalista e guitarrista, Dirceu Melo, a união foi muito natural e a versão influenciada pelo canadense Neil Young e a australiana Tame Impala, com ares experimentais foi uma desculpa perfeita para tal, já que a versão original é um dueto.

"Tagore é um artista da nova geração que admiro muito e há tempos que temos um contato próximo. Nossas músicas também são bastante influenciadas pelo baião e por essa cena da música psicodélica pernambucana de onde surgiram artistas como Alceu, Geraldo, Zé Ramalho, Lula Côrtes, Ave Sangria e outros", conta Dirceu.

"Talismã" fará parte do álbum "Jorge Cabeleira III" previsto para sair em janeiro de 2019. O disco é um marco para a banda, que se separou após o lançamento de seu segundo álbum "Alugam-se Asas Para o Carnaval" (2001), retomando a carreira no carnaval de 2013 em convite do famoso festival Recbeat que acontece durante o carnaval recifense.

Jorge Cabeleira é hoje Dirceu Melo (vocal e guitarra), Rodrigo Coelho (baixo) e Pedro Mesel (percussão e vocal) remanescentes da formação original, Everton Belisca (bateria) e Ricardo Leão (guitarra).

Você pode ouvir "Talismã" aqui.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br