Topo
Combate Rock

Combate Rock

Notas roqueiras: Dusty Old Fingers, Hardshine, Z/O Atomic Festival...

Combate Rock

07/08/2018 12h00

– Depois de um longo hiato, o Dusty Old Fingers volta aos palcos no dia 11 de agosto na Fundação Jürgensen, em Campinas. Nesse show, além de apresentar músicas de seu disco "The Man Who Died Everyday", a banda irá mostrar sua nova composição, "Never Drive Faster than Your Angel Can Fly". A data também marcará o lançamento de suas músicas nas plataformas digitais. Formada por Fabiano Negri (vocal e guitarra), Tony Monteiro (guitarra e backing vocals), Joni Leite (baixo) e Rick Machado (bateria), a banda será acompanhada no show pelas backing vocals Nara Leão e Sheila Le Du. Antes do Dusty Old Fingers, a banda Les Misérables irá mostrar um repertório baseado no rock brasileiro dos anos 70. Fazem parte do Les Misérables Marcos Machado (vocal), David Andres (guitarra), Tony Monteiro (guitarra), Joni Leite (baixo) e Junior Baroni (bateria).

Serviço:
Show Dusty Old Fingers (participação: Les Misérables)
Data: 11 de agosto de 2018
Horário: 19h (abertura das portas), 19h30 (início dos shows)
Local: Fundação Jürgensen
Endereço: R. Frei Antônio de Pádua, 889, bairro Jardim Guanabara, em Campinas
Ingressos: R$ 15 (antecipado); R$ 25 (na hora)
Para adquirir ingressos antecipados: fabianonegri@yahoo.com.br ou (19) 3242-1769

– Com produção da agência e produtora Orangeira, o Z/O Atomic Festival foi criado com o intuito de movimentar o cenário rock na Zona Oeste de São Paulo e terá a sua primeira edição no dia 11 de agosto na Embaixada Osasco, casa de shows localizada no centro da cidade. Com Dead Fish (Vitória ES) e Forgotten Boys (São Paulo SP) como atrações principais, o festival ainda recebe as bandas Dry Life (São Paulo), que fará o show de lançamento de seu mais novo álbum, Nove Zero Nove (Rio de Janeiro), Pallets (São José dos Pinhais PR) e Manual (São Paulo SP). A banda de hardcore Dead Fish começou em 1991, em Vitória ES, e já realizou turnê por todo o Brasil, além de 20 shows fora do país. Entre os lugares estão, Alemanha e República Checa. O grupo já lançou oito discos, gravou diversos clipes e dois DVD's. É o terceiro ano seguido que a banda se apresenta em Osasco, sempre com casa cheia. Em 2004, a banda recebeu o VMB de "banda revelação" e lançou, em parceria com a MTV Brasil, o primeiro DVD da carreira: o "MTV apresenta Dead Fish". Em 2008, ganhou VMB na categoria de melhor banda de hardcore. A formação atual tem Rodrigo, no vocal; Allyand, no baixo; Rick, guitarra; e Marcão, bateria. A banda paulista Forgotten Boys, que nesse ano completa 20 anos de existência, retornou com a formação original: Gustavo Riviera na guitarra e voz, Zé Mazzei no baixo, Dionisio Dazul na guitarra, Paulo Kishimoto no steel guitar e teclado e Chuck Hipolitho na bateria, e está de volta a estrada, sendo destaque no festival.

SERVIÇO:

Data: 11 de agosto (sábado)
Local: Embaixada Osasco
Horário: 14h00 (abertura da casa)
Endereço: Av. Maria Campos, 462
Centro – Osasco SP
Vendas: TicketBrasil
Online -> https://goo.gl/LCaq8m

– A banda Hardshine estreia ao vivo com show do álbum "So Far And So Close". A apresentação acontece no dia 9 de agosto (quinta-feira), às 20h, no Espaço Som. O ingresso dá direito a um CD "So Far And So Close" que será entregue pela produção na entrada do show. Os músicos gravaram um vídeo descontraído convidando os fãs para este show de estreia. Assista o convite da banda Hardshine: https://youtu.be/vFK-vXxgH4k. O Hardshine é formado por Pedro Esteves (guitarras), Leandro Caçoilo (vocal), Anderson Alarça (bateria) e Bruno Ladislau (baixo). O grupo foi formado por Pedro Esteves há quatro anos com o intuito de compor e gravar algo fora do que eles estavam acostumados em suas carreiras. O disco tem muita energia e uma influência bem latente do Hard Rock clássico dos anos oitenta. Produzido por Pedro Esteves, o trabalho foi lançado no formato físico pela TRM Records.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br