Topo
Combate Rock

Combate Rock

Yes 'alternativo' anuncia lançamento de CD e DVD ao vivo

Combate Rock

03/07/2018 07h00

Marcelo Moreira

Da esq. para a dir., Trevor Rabin, Jon Anderson e Rick Wakeman (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Um lançamento que vai causar uma enorme confusão e acirrar os ânimos. Uma facção do Yes, que reúne um membro fundador e um integrante da formação clássica, anuncia que chegará me breve no mercado "Yes 50th Anniversary Live at the Apolo", creditado à banda Yes featuring Jon Anderson, Trevor Rabin, Rick Wakeman

É mais um lance da briga pelo espólio do gigante do rock progressivo, que ganhou força após a entrada do Yes no Rock and Roll Hall of Fame, em 2016. Foi o primeiro reencontro de Anderson e Wakeman com o novo chefe, o ex-colega Steve Howe (guitarrista) após a morte do baixista e fundador Chris Squire, em 2015.

O que parecia ser uma reunião velhos amigos que tinha superado divergências foi, na verdade, uma frágil trégua, já que dois dias depois da cerimônia, Anderson, Wakeman e Rabin (que não participou da reunião) estavam criando a sua "versão" do Yes.

Howe, por sua vez, manteve o silêncio, mas nos bastidores já há uma movimentação judicial contra o "falso" Yes. A versão de Howe conta com ele nas guitarras, Geoff Downes nos teclados, Jon Davison nos vocais, Alan White na bateria e Billy Sherwood no baixo.

O entrevero começou em 2007, quando Jon Anderson ficou gravemente doente às vésperas da turnê de 40 anos de criação do Yes. sofreu com problemas respiratórios e lombares e pediu para adiar a turnê. Squire e Howe não pensaram duas vezes: demitiram Anderson e o substituíram pelo canadense Benoit David, cantor de uma banda cover do próprio Yes (curiosamente, anos depois David ficaria doente e seria trocado por Davison).

Com a saída do amigo, Wakeman desistiu da turnê em solidariedade, atraindo a ira de Howe. Desde então Anderson, recuperado, e Wakeman fizeram álbuns e shows em dupla tendo como base o repertório do Yes. Com o apoio de Rabin, decidiram criar a sua própria versão do Yes.

O álbum ao vivo do "outro" Yes chegará ao mercado no dia 7 de setembro nos formatos Blu-Ray Disc, DVD, CD duplo e LP triplo pela Universal Music via Eagle Rock Entertainment. É um show gravado em 2017 em Manchester, na Inglaterra.

O repertório das performances contaram com os clássicos do Yes dos álbuns setentistas "The Yes Album", "Fragil"e e "Close To The Edge", além de "90125" lançado originalmente em 1983 quando Trevor Rabin se juntou ao grupo. Naquela época, eles lançaram o hit "Owner of a Lonely Heart".

Não há dúvidas de que Anderson e Wakeman representam muito mais um Yes de verdade do que a trupe desfigurada liderada por Howe, que teve de recorrer a dois cantores de bandas cover da própria banda para seguir em frente.

Seja qual for a questão de negócios que envolveu a demissão de Anderson em 2007, o fato é que houve uma fratura impossível de curar, tanto é que é a segunda cisão que envolve o Yes – quem não se lembra do Anderson, Bruford, Wakeman and Howe, em 1989, que teve vetado o uso do nome Yes por Chris Squire? E, quem diria, Howe e Anderson na época eram amigos e articularam o então Yes alternativo…

 

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br