PUBLICIDADE
Topo

Exposição sobre Renato Russo fica no MIS até janeiro de 2018

Combate Rock

09/09/2017 07h49

Do site Roque Reverso

A cidade de São Paulo recebe uma megaexposição sobre Renato Russo entre setembro de 2017 e janeiro de 2018. Ela acontecerá no Museu da Imagem e do Som (MIS) e deve trazer um vasto conjunto de itens pertencentes ao eterno líder do grupo Legião Urbana que faleceu em 1996.

É a quarta exposição idealizada e concebida totalmente pelo museu. O período de realização vai de 6 de setembro (pré-estreia) ao dia 28 de janeiro de 2018.

A mostra conta com curadoria de André Sturm – ex-diretor do MIS e atual secretário da Cultura de São Paulo –  e direção de arte do Ateliê Marko Brajovic.

A ideia da megaexposição é apresentar, por meio de uma experiência imersiva, a vida e a obra de Renato Russo. Ela parte exclusivamente do acervo do músico, apresentando objetos pessoais, peças de vestuário, fotografias, manuscritos, instrumentos musicais, documentos escolares, desenhos, cartas de fãs, além de prêmios, fanzines, folhetos e impressos variados que irão percorrer toda a sua trajetória.

Giuliano Manfredini, único filho do artista, concedeu ao MIS total acesso ao apartamento de Renato Russo no Rio de Janeiro, confiando à equipe do museu sua catalogação, conservação e adaptação para a exposição.

O apartamento chegou a ficar fechado durante um bom tempo após a morte de Renato Russo, que viveu ali entre 1990 e 1996. A exposição é resultado de uma vasta pesquisa realizada no acervo que se encontrava no local.

O trabalho do Centro de Memória e Informação do MIS (Cemis) começou em março de 2015, e com a equipe trabalhando na organização e conservação de objetos e documentos, além de realizar um intenso trabalho de pesquisa que irá contextualizar essa documentação e relacioná-la ao processo criativo de Renato Russo, que tinha certo exagero pela organização de todos os objetos, o que facilitou o trabalho dos técnicos.

Além de grande letrista, o músico também produziu desenhos e pinturas, bem como uma peça de teatro e projetos cinematográficos. Particularidades como suas coleções de anjos e de baralhos de tarô também poderão ser vistas na megaexposição.

Ingressos

As entradas antecipadas, cujos preços saem por R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) são exclusivas para a pré-estreia – primeiro dia de visitação à exposição. Os ingressos entre os dias 8 e 23 de setembro custam R$ 15 (meia) e R$30 (inteira). O local oficial de compra na internet é o site da Ingresso Rápido.

Os fãs que optarem por visitar a mostra na pré-estreia ganham um pôster exclusivo da exposição.

Além da meia-entrada para estudantes, idosos e professores da rede pública, o MIS volta com a campanha Leia um livro, que concede 50% de desconto para quem trouxer um livro de ficção, em bom estado, no dia da visitação. Os livros arrecadados na campanha serão doados para instituições selecionadas pelo museu.

Horários

Os horários de visitação do MIS são: das 10 horas às 21 horas, de terça a sábado; e das 9 horas às 19 horas, aos domingos e feriados.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock