Topo
Combate Rock

Combate Rock

Rápido panorama do metal nacional - 29

Combate Rock

03/08/2019 06h44

– Karyttah – Agora finalmente como banda, o Karyttah lança o primeiro de alguns EPs que sairão em 2019. "Once More Again" tem apenas duas músicas, mas mostra um grupo competente no instrumental e corajoso na proposta de um hard pop, principalmente na faixa-título. "I Can't We Live Together", que tem origem em uma parceria com a banda Santarem, é mais pesada e tem ótimo trabalho de guitarras.

– Inherence – Grata surpresa do metal extremo paulista, essa banda traz a fúria e a crueza de um Napalm Death ou Six Feet Under, mas temperado com pitadas de hardcore. Barulhento e com um som monstruoso, tudo é muito bruto e violento em "Dogma". When Life Means Death" é o destaque, sendo que a obra toda é homogênea. Audição recomendada.

– Feios Sujos e Malvados – Porrada atordoante na orelha. É punk, é thrash, é hardcore e é tudo sujo e veloz, para tremer todaas as estruturas. As influências são claras: Agnostic Front Ratos de Porão, Pantera, S.O.D. e mais um monte de coisa bacana, incluindo os verdadeiros Dead Kennedys. "O Feio" e "O Contrato" destroerm os tímpanos com guitarras alucinantes e letras bem sacadas. O álbum "Tortura" é muito bom.

– Deep Memories – O som funesto e melancólico do Deep Memories está intacto e poderoso em seu novo trabalho, "Rebuilding the Future". Muito peso e guitarras extremas marca esse trabalho, com é o caso de "Explicite Way to Relieve Pain", ou então em "When te Time for May Last Breath Comes". Um dos melhores trabalhos de música extrema no Brasil em 2018.

– Grinding Reaction – Guitarras furiosas e músicas velozes marcam "O Caos Será a Tua Herança", o primeiro álbum desta veterana banda que faz um hardcore duro e coeso, com pitadas de crossover e metal. Assim como outras bandas do gênero, canta em português, um acerto pela proposta temática do grupo. Escute "Flagelo" e "As Ameaças Não Devem Mudar a Verdade".

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br