Topo
Combate Rock

Combate Rock

Rápido panorama do metal nacional - 26

Combate Rock

2006-03-20T19:07:13

06/03/2019 07h13

Marcelo Moreira

– Gods & Punks – A banda carioca que é um dos destaques do rock nacional deste primeiro semestre. Abusados, não tiveram medo de misturar uma música mais pesada com a psicodelia, algo que os alemães do Zodiac, Kadavar e Samsara Blues Experiment fazem bem. Generalizando, dá para dizer que é uma boa banda de stoner rock, com claras influências de Black Sabbath e um pouco de Deep Purple. "Into the Dunes of Doom" é um álbum muito bacana, bem feito e baseado em riffs bens construídos – e pesados. "Dunes of Doom" e "Subatomic Wormhole" são os destaques, mas a longa "The Encounter" também é muito boa.

– Pleasure Maker – Hard rock bem feito e bem tocado, com nítida cara dos anos 80. A banda carioca lança o álbum "Dancin' With the Danger" e mostra competência para destilar temas que remetem a bandas como Posion, Ratt, Cinderella e outras da mesma safra. Música boa para dançar e para curtir com os amigos. Há uma profusão de bons riffs e ideias, como nas músicas "It Ain't About Love" e "Runnin' Out the Time".

– Circo de Fantoches – Há algum tempo recuperaram no exterior uma subcategoria do rock: é o heavy rock, um rock que é muito para ser hard e pouco para ser heavy. Seja como for, a banda Circo de Fantoches, em algum momento, se encaixa nesta definição. Cantando em português, criou temas engajados e forte conotação de crítica política."Do Justo ao Novo Ideal" tem música bacana, como "500 Anos" e o "O Jogo", temas fortes e que servem de cartão de visitas para o bom trabalho do grupo.

– Sanctifier – "Lone Wolf Syndicate" é o mais recente álbum do grupo. É death metal curto e grosso, mas com um instrumental bem gravado. A desgraceira arrebenta nas caixas e fica claro que os clássicos do subgênero dos naos 90 são a origem do som. "Under Blackened Skies" é a mais interessante das faixas.

– Wolfpire – Certamente um dos destaques do rock pesado nacional deste primeiro semestre. "Naughty and Hungry" é o que podemos chamar de hard rock classudo, com influências diversas das grandes bandas oitentistas do gênero. Também dá para perceber um pouco de Kansas e Journey aqui e ali, e, composições de muito bom gosto. "Spiders" e " Alongside Me" mostram um trabalho primoroso de guitarras, enquanto o teclado é o destaque em "Shadows".

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br