Topo
Combate Rock

Combate Rock

Notas roqueiras: Ciro Pessoa, Costanera...

Combate Rock

30/01/2019 16h00

Ciro Pessoa (FOTO: DIVULGAÇÃO)

– Poeta e escritor, cantor e compositor, Ciro Pessoa é fundador da banda de rock Titãs e coautor de sucessos do grupo, como "Sonífera Ilha", "Toda Cor", "Homem Primata", "Babi Indio", entre outros. Deixou a banda logo no começo e formou o Cabine C, uma das primeiras e mais conhecidas bandas brasileiras de pós-punk e rock gótico, com quem gravou o hoje cultuado – e raro – "Fósforos de Oxford". Único álbum da Cabine C, "Fósforos de Oxford" foi lançado em 1986 pela RPM Discos, fundada por Paulo Ricardo e Luiz Schiavon do RPM. Muitas das letras do álbum foram inspiradas por obras de Edgar Allan Poe. É o caso de "Pânico e Solidão", que foi inspirada em seu romance de 1838, "A Narrativa de Arthur Gordon", e "A Queda do Solar de Usher" divide seu nome com o conto epônimo de 1839. O álbum nunca antes relançado em CD chega finalmente às plataformas digitais pela Curumim Records, que traz ainda os álbuns solos "No Meio da Chuva Eu Grito Help" e "Em Dia com a Rebeldia", além do até então inédito "Batuque Aqui", de Ciro Pessoa e Banda Ventilador. Todos os discos já estão disponíveis nas lojas digitais, como Spotify, Deezer, Apple Music, YouTube Music e outras. Mais lançamentos da Curumim Records nas redes sociais do selo (facebook.com/estudiocurumim).

Links:
-Fósforos de Oxford: hyperurl.co/fosforosdeoxford
-No Meio Da Chuva Eu Grito Help: http://hyperurl.co/nomeiodachuva
-Em Dia Com A Rebeldia: http://hyperurl.co/emdiacomarebeldia
-Batuque Aqui: http://hyperurl.co/batuqueaqui

– A banda Costanera é o novo projeto que reúne integrantes e ex-integrantes de bandas de cidades litorâneas como Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES) e Santos (SP). Os integrantes são Rodrigo Lima na voz (Dead Fish), Daniel Avelar nas guitarras (Plastic Fire), Ricardo Melo na bateria (Menores Atos, Noção de Nada) e o baixista João Veloso Jr. (White Frogs, Please Come July, Crash Playground), que escreveram e gravaram as músicas que dão origem a este projeto ainda em 2015, na Audio Rebel, templo do underground carioca e palco memorável de apresentações na cidade. Os instrumentos foram todos gravados com a mesa pilotada por Rodrigo Piccoli, então guitarrista do Jason. O projeto foi perdido e ficou pausado por três anos, até que os arquivos da sessão foram encontrados nos arquivos do Rodrigo, que hoje vive nos Estados Unidos. Com o instrumental em mãos, as vozes foram gravadas por Fernando Sanches no estúdio El Rocha, em São Paulo, onde também foi mixado e masterizado pela mesma pessoa. O resultado desta história é um EP de três musicas a ser lançado em vinil pela Monstro dIscos, de Goiânia, no primeiro semestre de 2019 e intitulado "Chamem isso democracia e vai ficar tudo bem". A capa foi desenhada pelo tatuador xTetex e o logo desenhado por Antônio "Mr. Atibaia" Almeida. Ouça em Spotify – https://spoti.fi/2RVYt13 e Deezer – http://bit.ly/2DmeCVj.

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br