PUBLICIDADE
Topo

Combate Rock

Fim do Rush? Notícia ainda gera dúvidas

Combate Rock

04/02/2018 06h42

Luana Pavani* – publicado originalmente no site Roque Reverso

Da esq. para a dir: Neil Peart, Geddy Lee e Alex Lifeson, o Rush em foto promocional de 2008 (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Já deu para o Rush? "Após 41 anos de banda, sentimos que foi o suficiente." Com esta declaração ao jornal The Globe and Mail (link para a matéria aqui), o guitarrista do Rush, Alex Lifeson, deixou os fãs preocupados de que poderia ser o fim do Power trio de rock progressivo.

O site oficial da banda, Rush.com, não tem nada a respeito e anda desatualizado. As notícias são do final do ano passado, com destaque para os eventos comemorativos dos 40 anos do álbum "A Farewell to Kings".

Em 2016 o próprio guitarrista fez comentário semelhante à revista Rolling Stone ao final da turnê em comemoração a 40 anos da banda, que em suas palavras seria provavelmente a última de grandes proporções.

Na entrevista, ele cita que o baterista Neil Peart nem queria sair em tour, mas só topou reduzindo a quantidade de shows.

O motivo alegado por Peart seria passar mais tempo com a família e o desafio físico de excursionar por muito tempo. Na ocasião, Peart se comprometeu a apenas 30 datas para os shows, em 2015, e, segundo Lifeson, queixava-se de dores.

"Ele não queria nada menos do que tocar 100% e essa marca foi ficando difícil de atingir na nossa última turnê", disse o guitarrista (veja a entrevista aqui).

Desde então, porém, não há notícias de problemas de saúde com o grande baterista. Ele, que adora escrever, principalmente sobre viagens de moto que faz nos intervalos dos shows com o Rush e sobre literatura, não tem atualizado o seu site oficial. A última postagem no http://www.neilpeart.net foi em maio de 2016.

Mas para quem acompanha o músico, suas dúvidas sobre sair em turnê não são novidade. "Qualquer um que saiba alguma coisa sobre mim sabe que eu não amo tour, mas eu amo os preparativos para a tour", como repassar as músicas todas de novo, compor um novo solo e ensaiar por meses, como declarou à revista Modern Drummer na época do lançamento de "Snakes and Arrows" (veja aqui).

Já Alex Lifeson diz que tem estado "muito ocupado" fazendo colaborações com um jornal canadense, o West End Phoenix, de Toronto (leia aqui).

O baixista e vocalista Geddy Lee, seu amigo de infância, tem uma série de hobbies para se ocupar, como beisebol, vinhos e projetos musicais. Não tem dado muitas entrevistas e é avesso a mídias sociais.

Uma de suas últimas aparições foi na cerimônia do Rock And Roll Hall of Fame de 2017. Na ocasião ele se apresentou com sua banda favorita, o Yes, tocando contrabaixo em homenagem a Chris Squire em "Roundabout".

* Luana Pavani é jornalista da Agência Estado

Sobre os Autores

Marcelo Moreira, jornalista, com mais de 25 anos de profissão, acredita que a salvação do Rock está no Metal Melódico e no Rock Progressivo. Maurício Gaia, jornalista e especialista em mídias digitais, crê que o rock morreu na década de 60 e hoje é um cadáver insepulto e fétido. Gosta de baião-de-dois.

Sobre o Blog

O Combate Rock é um espaço destinado a pancadarias diversas, com muita informação, opinião e prestação de serviços na área musical, sempre privilegiando um bom confronto, como o nome sugere. Comandado por Marcelo Moreira e Mauricio Gaia, os assuntos preferencialmente vão girar em torno do lema “vamos falar das bandas que nós gostamos e detonar as bandas que vocês gostam..” Sejam bem-vindos ao nosso ringue musical.
Contato: contato@combaterock.com.br

Blog Combate Rock